Vivemos outra pandemia, a da violência contra a mulher.
Um dos efeitos colaterais do isolamento social é o aumento de casos de feminicídio e de denúncias de mulheres que sofreram violência de diversos tipos.
Fizemos uma parceria com uma advogada e uma psicóloga voluntárias que, através de todos os nossos canais, estarão oferecendo uma escuta de acolhimento e orientação jurídica e psicológica para mulheres em situação de vulnerabilidade durante toda a quarentena.
Se você sente que precisa de apoio ou orientação, mande inbox, e-mail, whats app, comentário em todos os nossos canais. Seja qual for o meio, elas poderão te acolher e orientar como seguir.
Se preferir, pode falar "quero uma jaqueta especial", que vamos entender.
Orientadas pelas profissionais voluntárias e baseado em cartilhas de orgãos oficiais, universidades e ongs, desenvolvemos um documento de perguntas e respostas, com as dúvidas mais frequentes relacionadas a esses casos.
Clique aqui e baixe o pdf.
Nele, além das dúvidas, você encontra todos os nossos meios de contato, fontes e links para mais informações sobre o assunto, mais informações sobre as profissionais voluntárias e contatos de delegacias e números de denúncia.
Denuncie, procure ajuda! Você não tem culpa e você não está sozinha. <3